IZI logo
IZI logo
capa do post

Inovação em Redes de Varejo – Parte 1

Todos os posts

Existem diversas alternativas criativas para aprender como a inovação pode trazer mudanças significativas e promover a fidelização dos clientes, atrair novos consumidores, aumentar as vendas, agilizar o atendimento e conquistar promotores para a sua marca.

Está sem ideias? Não se preocupe! Abaixo listamos 4 empresas para acompanhar de perto e não perder as tendências do mercado.

1 – Amazon, a gigante da internet, investirá US$ 13,7 bilhões para comprar a rede de supermercados Whole Foods.

A empresa sediada em Seattle usa um aplicativo e alguns dos mesmos sistemas de sensor dos carros sem motorista para acompanhar o que os clientes pegam das prateleiras. Quando eles saem, as compras são cobradas na conta deles na Amazon.

2 – A Alibaba Group Holding lançou a Hema, um empreendimento tecnologicamente avançado que reúne supermercado, ponto de distribuição e restaurante.

A Hema é fundamentalmente uma operação digital, com supermercado tradicional, mas entrega produtos encomendados pela internet e oferece restaurantes. O aplicativo Hema se conecta à conta do cliente via Alipay — a cola que une todos os elementos.

A Alibaba pretende chegar a 2.000 lojas da Hema nos próximos anos.

3 – A JD.com já lançou sua resposta, a 7Fresh, com duas unidades em Pequim que oferecem os mesmos serviços e pode chegar a centenas de lojas em poucos anos.

4 – A BingoBox, que não tem filas de caixas, estreou no sul do país em meados de 2017, antes do lançamento da Amazon Go, em janeiro de 2018.

É importante acompanhar os passos da Amazon, Alibaba, JD.com e BingoBox.

A lição para redes de supermercados em outros países não é apenas que é necessário investir na modernização dos processos de pagamentos. As companhias chinesas já estão implementando outras inovações com potencial para transformar diversas partes da loja tradicional, forçando concorrentes a investir ainda mais.

As chinesas já estão lidando com dificuldades de perambular pelas lojas e carrinhos desengonçados. Nem sempre o avanço é simples. A JD.com lançou um carrinho-robô que segue os clientes — que não mostraram tanto entusiasmo quanto esperava a empresa, que agora faz ajustes com base no feedback recebido.

Então seguir os passos não é suficiente, é importante também realizar testes e aprender com os próprios erros de acordo com o feedback dos clientes.

Não há nada que impeça a ampliação do conceito 3-em-1 (supermercado, ponto de entrega e restaurante) para lavanderia ou salão de beleza, por exemplo. As lojas podem virar pequenos shopping centers, com compras, alimentação e serviços em uma localização central – com toda a experiência coordenada por aplicativos móveis.

Nosso compromisso é com o avanço do seu negócio por meio da tecnologia.

E aí, pronto para alavancar seu supermercado?

Todos os posts

Compartilhe


Tags